*POST ATUALIZADO EM 12/11/2017*
“Eu me chamo Diana, sou mãe do Ezequiel, que nasceu em outubro de 2015. Os exames confirmaram que ele tem microcefalia causada pelo zika. Descobrimos apenas após o parto. O meu filho tem dureza nas pernas e nos braços,...

*POST ATUALIZADO EM 12/11/2017*

“Eu me chamo Diana, sou mãe do Ezequiel, que nasceu em outubro de 2015. Os exames confirmaram que ele tem microcefalia causada pelo zika. Descobrimos apenas após o parto. O meu filho tem dureza nas pernas e nos braços, e não firma o pescoço. A visão, graças a Deus, não foi afetada. Temos a esperança que ele possa falar. O Ezequiel toma remédio duas vezes por dia. Ele tem um tremorzinho no corpo. A rotina de médicos é cansativa, a gente não para. A nossa fonte de renda é o benefício social que recebo pelo meu filho. O pai dele é presente e também ajuda. Além do Ezequiel, temos mais dois filhos. No momento, o Ezequiel está abaixo do peso e apresenta febre com frequência. Nós precisamos de ajuda com leite, remédios, fralda e um parapódium para ajudar ele a se firmar. Queria muito aumentar a casa para ter mais conforto para ele. Está pequeno aqui para toda a família. É muito difícil e doloroso em todos os sentidos. A nossa vida desmoronou. Mas amo o meu filho e passaria tudo de novo para tê-lo em meus braços”.

O bebê Ezequiel precisa de:
– doações em dinheiro para remédios de uso controlado
– parapódium
– fralda tamanho G
– lata de Fortini
– roupinha tamanho G
– itens de banho e higiene infantil (shampoo, sabonete, pomada de assadura, lencinhos umedecidos etc)
– livrinhos e brinquedos para estimular o desenvolvimento do bebê
– roupas tamanho 1 ano e sapato número 20

Para doação em dinheiro:
Diana Felix de Lima Dias
Agência 1028
Numero de operação: 013
Conta: 6378-6
CPF: 046.664.474-40
Caixa Econômica Federal

zika microcefalia

*POST ATUALIZADO EM 11/11/2017*
“Meu nome é Marcione, sou mãe da Pérola Maria, que tem microcefalia. Ela nasceu em setembro de 2015. Descobri alterações já no primeiro ultrassom que fiz, no quarto mês de gestação. Daí para a frente, a cada exame...

*POST ATUALIZADO EM 11/11/2017*

“Meu nome é Marcione, sou mãe da Pérola Maria, que tem microcefalia. Ela nasceu em setembro de 2015. Descobri alterações já no primeiro ultrassom que fiz, no quarto mês de gestação. Daí para a frente, a cada exame aparecia uma coisa nova. No sétimo mês, me falaram da micro. Os médicos dizem que foi por causa da zika, que tive no início da gravidez. A rotina está bem puxada. A vida virou de cabeça pra baixo, mas não posso fraquejar. Eu morava em Betânia (PE), uma cidade do interior do estado, mas tive que me mudar para o Recife (PE), onde ela faz tratamento, exames, terapias e estimulações várias vezes por semana. O pai dela trabalha mas me ajuda pouco. Eu consegui o benefício social a que a Pérola tem direito, mas não temos dinheiro suficiente para pagar todas as despesas. A minha renda vem das vendas de cosmético, que eu faço no tempo que me sobra. A saúde da Pérola está estável com os anti-convulsivantes e os remédios para refluxo. Sobre o desenvolvimento, os médicos dizem que é preciso continuar estimulando. Agora ela está agora conseguindo firmar o tronco e já passa alguns segundos sentada. Eu aceito tudo o que vier de doação. Tenho mais três filhos além dela: a Clara, o Henzo, e o Emanuel. Minha vida gira hoje em torno da Pérola. Quero vê-la correndo na frente de casa. Sonho que ela consiga chegar onde todas as outras crianças chegam. Que possa andar, falar, enxergar, estudar, brincar. Que seja tudo no tempinho dela. Eu espero e ajudo. Tenho no meu coração a certeza de que ela vai alcançar tudo isso e muito mais”.

A bebê Pérola precisa de:
– doações em dinheiro para comprar remédios
- lata de espessante alimentar Nutillis
- leite em pó Ninho
- leite NAN Comfor 1
- Cremogema tradicional
- fraldas tamanho XG
- alimentos para a família/ cesta básica
- itens de banho e higiene
- brinquedos para estimular o desenvolvimento

Para doações em dinheiro:
Marcione Gomes da Rocha
Agência: 0914
Conta: 209391-0
Número de operaçao: 013
Caixa Econômica Federal
CPF 079.721.654-59

zika microcefalia

*POST ATUALIZADO EM 12/11/2017*
“O meu nome é Hilda Venâncio da Silva, sou mãe do Matheus. Nós vivemos em Recife (PE). O meu filho nasceu em novembro de 2015. Eu só descobri a microcefalia dele um pouco antes do parto. Durante todo o pré-natal, os...

*POST ATUALIZADO EM 12/11/2017*

“O meu nome é Hilda Venâncio da Silva, sou mãe do Matheus. Nós vivemos em Recife (PE). O meu filho nasceu em novembro de 2015. Eu só descobri a microcefalia dele um pouco antes do parto. Durante todo o pré-natal, os exames estavam normais. No quarto mês de gravidez, eu tive febre, manchas vermelhas no corpo e também muita coceira. Foi feito um teste pra dengue, mas deu negativo. Então os médicos trataram como uma alergia. Atualmente, a minha rotina é levá-lo a médicos, fisioterapia e terapia ocupacional de segunda a sexta. Eu tive que sair do serviço pra cuidar do Matheus. Minha família mora longe. Sou sozinha aqui no Recife. O meu filho nasceu sete anos após o meu esposo ter feito vasectomia. Ele era um bom pai e me ajudava muito com as nossas filhas duas mais velhas. Mas nós nos separamos recentemente porque ele começou a ficar violento com a gente. Agora estou vivendo só eu e os meus três filhos em uma casa alugada. Por isso precisamos de ajuda. Conseguimos o benefício social para o Matheus, mas pago o aluguel e tenho que comprar as coisas que ele precisa, como o suplemento alimentar, que é caro e não conseguimos de graça. O meu maior sonho e maior necessidade no momento é comprar uma casa própria pra gente. Precisamos de uma casa adaptada para cadeira de rodas que o Matheus irá usar. O meu filho está bem no momento, graças a Deus, mas ele é uma criança especial, com desenvolvimento muito lento para a idade dele. Os médicos falaram que o lado positivo é que ele não apresenta crises convulsivas e não precisa tomar nenhuma medicação. A microcefalia dele afetou os movimentos. Hoje a nossa renda é o benefício social que Matheus recebe. No momento, nossa maior necessidade é o suplemento alimentar que ele usa para ganhar peso, além de fraldas e produtos de higiene. Desejo  um dia ver o meu filho andando, falando e vencendo os obstáculos da microcefalia".  

O bebê Matheus precisa de:
- uma casa própria, adaptada para cadeira de rodas 
- fraldas tamanho G
- leite em pó Fortini, da Danone (precisa ganhar peso)
- roupinhas para ele (tamanho 2 e sapato número 20)
- roupas para suas irmãs Camille e Maria Clara (tamanho 16 anos) e sapatos número 35.
- itens de banho e higiene infantil
- brinquedos para estimulação visual

Para doações em dinheiro:
Hilda Venâncio da Silva
CPF 029.435.024-13
Caixa Econômica Federal
Conta: 54252-8  
Código de operação: 013
Agência: 1028

zika microcefalia

*POST ATUALIZADO EM 15/12/2016*
“Meu nome é Maysa, sou de São Luís (MA), mas estou vivendo em Nova Iguaçu (RJ). O Edvaldo é meu primeiro filho e nasceu em dezembro de 2015. Eu tive zika no início da gestação, quando eu ainda nem sabia que estava...

*POST ATUALIZADO EM 15/12/2016*

“Meu nome é Maysa, sou de São Luís (MA), mas estou vivendo em Nova Iguaçu (RJ). O Edvaldo é meu primeiro filho e nasceu em dezembro de 2015. Eu tive zika no início da gestação, quando eu ainda nem sabia que estava grávida. Foi só no sétimo mês que descobri a microcefalia dele. Eu tinha muitas contrações e por isso ele nasceu um mês antes do esperado. Mas foi tudo bem no parto. Nos primeiros meses, eu consegui que ele passasse de graça com fonoaudióloga, pediatra e assistente social. Me mudei para o Rio de Janeiro (RJ), em busca das terapias e médicos que ele precisa. Ficamos por um tempo, mas já tivemos que voltar para São Luis (MA). Eu estava sem trabalhar quando engravidei e não vivo com o pai do meu filho. No futuro, eu tenho fé em Deus que o Edvaldo terá todos os movimentos, que vai estudar e se formar”.

O bebê Edvaldo precisa de:
– fralda tamanho XG
– carrinho de bebê
– leite em pó ninho Fase 1
– itens de banho e higiene infantil
– brinquedos e livrinhos para estimular o desenvolvimento do bebê
– roupa tamanho 1 ano
– sapato número 20

Para doações em dinheiro:
Maysa Frazão Lima
CPF: 604.488.253-50
Agência 1521
Conta: 67089-5
Número de operação: 013
Caixa Econômica


ZIKA MICROCEFALIA


Indy Theme by Safe As Milk